A Página da Educação é uma revista semestral. Propriedade da PROFEDIÇÕES, Lda.

avaliação dos professores

A realização da componente específica da prova de avaliação de conhecimentos e capacidades dos professores está marcada para a interrupção letiva da Páscoa. As provas decorrerão, no entanto, num contexto de paralisação dos professores, uma vez que várias organizações sindicais convocaram uma greve nacional a todo o serviço relacionado com a PACC durante o mês de março.

PÁGINA, 24.02.2015 05h21

  
Edição nº 204

 


extra-série VERÃO 2013

Livros

Coleção aPágina


José Paulo Serralheiro


Miguel Ángel Santos Guerra


Almerindo Janela Afonso


 

David Rodrigues


ProfEdições


Ana Vieira

Carlos Alberto Mota


a Página

Estatuto Editorial

Ficha Técnica

Lista de Colaboradores

Publicar na Revista a Página da Educação

Tabela de Publicidade


Organizações de Professores



Facebook

até 28.fev

Mais de 50 escritores vão estar reunidos na 16ª edição do Correntes d’Escritas - Encontro de Escritores de Expressão Ibérica. No programa constam conferências e debates com escritores, lançamentos de livros, sessões de poesia, feira do livro, teatro, cinema, exposições… e a entrega do Prémio Literário Casino da Póvoa.

PÁGINA, 24.02.2015 05h24



A Faculdade de Educação e Psicologia da Universidade Católica promove, nos dias 23 e 24 de julho, um seminário internacional que pretende reunir investigadores, académicos, estudantes e profissionais da área da Educação para troca de experiências, debate de ideias e reflexão sobre a educação formal e não formal.

PÁGINA, 18.02.2015 05h38



até 8.mar

O Teatro de Marionetas do Porto apresenta Fausto, o protagonista de um pacto com o demónio. Trata-se de um projeto de Roberto Merino em homenagem a João Paulo Seara Cardoso, o fundador do TMP. A peça vai estar em cena no Teatro de Belomonte, de terça-feira a sábado às 21h30 e aos domingos às 16 horas.

PÁGINA, 18.02.2015 05h35



até 31.maio

“Arquitetonização” é a primeira exposição em Portugal dedicada à obra da artista polaca Monika Sosnowska, que vai estar patente no Museu de Arte Contemporânea de Serralves, de 20 de fevereiro a 31 de maio. A mostra reúne algumas das obras escultóricas de Monika Sosnowska, instalações e obras criadas desde 2003, que ocupam o átrio e mais de sete das maiores galerias do Museu e o exterior Pátio da Adelina.

PÁGINA, 18.02.2015 05h25



O jornalista e poeta Manuel António Pina vai ser homenageado hoje na sessão das Quintas de Leitura, que pela primeira vez acontece no Rivoli. Ao escritor vai ser ainda atribuída, a título póstumo, a Medalha de Honra da Cidade do Porto.

A sessão (às 22h) inclui a estreia nacional do filme “As Casas Não Morrem”, de Pedro Macedo, uma performance de Clara Andermatt e Jonas Runa e música de Francisco Fanhais e Celeste e os Aviões.

PÁGINA, 18.02.2015 05h37



Até 22 de fevereiro

Mais de 30 mil livros de 150 editoras nacionais e estrangeiras, a preços muito acessíveis. O Mercado do Livro está no Pavilhão Rosa Mota, no Porto, até ao dia 22. No dia dos namorados e no Carnaval, a organização vai oferecer livros a quem tiver a coragem de ir ao Palácio dizer um poema.

PÁGINA, 10.02.2015 05h52



Como se constroem textos, diálogos, monólogos, enredos, personagens? A resposta pode ser encontrada com o apoio da escritora Alice Vieira, num curso de escrita criativa que vai decorrer na Livraria Buchholz, em Lisboa, de 2 a 25 de março.

PÁGINA, 11.02.2015 06h01



O espaço vai ser dinamizado pela We Came From Space, que já tem prevista a realização de diversos workshops dedicados à banda desenhada, encadernação, colagem e serigrafia, entre outros.

PÁGINA, 27.01.2015 04h21



Apesar dos progressos registados nas matrículas, 58 milhões de crianças e 63 milhões de adolescentes ainda não frequentam o sistema escolar.

PÁGINA, 28.01.2015 06h10



O Ministério da Educação e Ciência propôs esta quinta-feira à Fenprof a antecipação dos concursos de professores para junho (em vez de setembro), mas mantendo o modelo da Bolsa de Contratação de Escola.

PÁGINA, 22.01.2015 05h55



Até 21.fev

O artista portuense Hazul Luzah apresenta a exposição “Turquesa” no REM Espaço Arte.

PÁGINA, 22.01.2015 05h58



Educação, Saúde, Segurança Social, Cultura

O regime de delegação de competências nos municípios e entidades intermunicipais, através de “contratos interadministrativos”, nas áreas da Educação, Saúde, Segurança Social e Cultura foi aprovado esta quinta-feira em Conselho de Ministros. Os contratos na área da Educação devem permitir que os municípios envolvidos iniciem a gestão de escolas segundo o novo modelo no início do próximo ano letivo.

PÁGINA, 15.01.2015 05h42

  
Temos uma nova livraria!

A livraria online da ProfEdições tem um novo endereço e uma nova imagem.

Pode agora visitar-nos em www.profedicoes.pt

Neste novo espaço, para além de ficar a par dos nossos produtos, vai encontrar novos serviços. Entre eles, uma nova forma de pagamento online, através do sistema PayPal, e a possibilidade de usufruir de Códigos Promocionais, que iremos divulgando e que permitem que adquira os nossos produtos com desconto. A ProfEdições disponibiliza também a venda de Cartões Presente (eletrónicos), para que possa fazer ofertas com qualidade. No novo site pode ainda comprar a revista 'a Página da Educação' (em papel ou em formato digital) ou, se preferir, fazer a assinatura da publicação.

Pedimos a todos os clientes da antiga Livraria da ProfEdições o favor de efetuarem o seu registo neste novo Site.

Contamos com a sua visita!


MIA COUTO

“A vida, ou melhor, as vidas que disputam uma única criatura. É isso que me inspira: a infinita briga entre sermos um só e sermos plurais e cheios de potencialidades para a alteridade. Esse conflito está presente em cada pessoa, seja ela escritora ou não. Se quisermos, se tirarmos prazer disso, somos todos capazes de surpreender essa multiplicidade de histórias que há em cada um de nós. O importante não é tanto escrever, mas criar histórias. Essa capacidade faz-nos mais humanos, mais felizes, mais coletivos.”

Mia Couto respondeu por escrito às questões colocadas por Maria João Leite

série II nº202 inverno 2013

PÁGINA, 18.11.2014 12h24



Angelina Carvalho à PÁGINA (nº 131, fev.2004)

“Gostaria de relembrar aos fazedores de opinião que devem ser mais sérios nas acusações que dirigem e nas afirmações que deixam passar para a opinião pública. Aos professores, sobretudo os mais jovens, que, tendo consciência da condição precária que é, neste momento, o próprio acto de estar numa escola, tentassem perceber que quando se sugere uma atitude de reformação e de reflexão dos contextos pedagógicos seria importante que eles próprios assumissem essa postura (...). De facto, a escola atravessa um momento difícil, mas não é regressando à escola do tempo dos nossos pais que se resolve o problema, porque essa escola já não existe e essa sociedade também não. É preciso encontrar soluções novas para novos problemas.”

PÁGINA, 28.11.2014 12h49



Valter Hugo Mãe

“As mães são indivíduos capazes de um afeto mais incondicional e acho que a maternidade é a experiência mais absoluta da humanidade. Por isso acho que as mães são o ser humano escolhido; os pais, ou os homens, são a parte desfavorecida da humanidade, porque temos direito a uma experiência humana muito menos intensa, muito menos absoluta. A palavra Mãe no nome de um homem significa que um ser humano perfeito teria de ser completo ao ponto de englobar tudo, e isso é uma utopia. Mas a literatura, que é feita de ficção e é feita de permissividade, é um modo de eventualmente nos completarmos.”

Entrevista conduzida por Maria João Leite

série II nº197 verão 2012

PÁGINA, 16.10.2014 02h17



FÁTIMA VIEIRA

“A utopia é sempre rutura com o presente. Nós costumamos falar em discurso ideológico, que é o discurso dominante, e discurso subversivo, que é o discurso utópico. A utopia tenta sempre transformar e, ao transformar, tenta sempre romper com o presente. E é importante que se mantenha sempre esta ideia de rutura com o presente, porque a partir do momento em que a utopia se transforma em ideologia, deixa de ser utópica. Daí o interesse, até, em que as utopias não sejam verdadeiramente concretizadas, na medida em que sejam constantemente reformuladas. Porque a partir do momento em que a utopia é realizada, torna-se estática. E a utopia é exatamente ao contrário.” 

Entrevista conduzida por António Baldaia

série II nº 200 primavera 2013

PÁGINA, 16.10.2014 10h33

Assinar a Revista

Ser Assinante da Revista 

Dê apoio à existência desta revista. 

Seja nosso assinante

 


Contactos de correio electrónico
redaccao@apagina.pt | revista@apagina.pt | livros@profedicoes.pt

88 visitantes nos últimos 20 minutos