Página  >  Opinião  >  Como uma brisa fresca...

Como uma brisa fresca...

Aí estavam os anos 90…
Tanto caminho já percorrido por um sindicalismo livre e novo, nascido com a democracia! Tanto caminho, tanta luta, tanta conquista!
Vozes roucas, mentes exaustas, braços cansados… E sempre o recomeçar. Porque a carreira dos educadores e professores pedia ainda tantas conquistas, porque a escola pública estava ainda tão longe de servir plenamente as crianças e jovens deste país, porque havia tanto caminho para caminhar! ...
Por um lado, a tremenda exigência de uma acção reivindicativa incessante, por outro, o reconhecimento do apelo a que qualquer educador ou professor está sujeito, enquanto profissional de corpo inteiro – a incursão por “outros mundos” da cultura e da ciência, todos eles com vias abertas para e da Educação.
Surgiu a ideia. Amadureceu-se a ideia. Decidiu-se.
Emanada do calor da luta sindical, como uma brisa fresca… nasceu A Página, do movimento sindical docente do Norte, para todos os educadores e professores portugueses, para todos os que fazem e vivem com intensidade o exercício, o desenvolvimento e a pesquisa no campo do Ensino e da Educação!
Ao homem que pensou e fez nascer o projecto, nunca o esqueceremos. Obrigada, José Paulo!
À obra que um grande conjunto de esforços e vontades tornou possível, fez crescer e evoluir, todos nos apegámos e todos fomos sorvendo, numa pausa ou numa reflexão…
Dezoito anos com lugar marcado.
A PÁGINA teve e tem admiradores incondicionais, tem apreciadores críticos e tem, sobretudo, milhares de leitores que a esperam… agora, no início de cada estação do ano.
O seu compromisso de independência, de pluralidade, de diversidade e de abertura tornou-se um incontornável factor de sedução.
A qualidade certificada e o prestígio dos seus colaboradores tornaram-se uma garantia e uma alavanca para a crescente expansão.
A PÁGINA impõe-se… e impõe-nos um compromisso colectivo: manter a profunda ligação ao movimento sindical docente de que emanou e prosseguir e desenvolver a captação e difusão de novos e múltiplos olhares sobre a educação, a cultura, a sociedade...
Como uma brisa fresca! ...

Ana Brito Jorge


  
Ficha do Artigo
Imprimir Abrir como PDF

Partilhar nas redes sociais:

|


Publicidade


Voltar ao Topo