Página  >  Notícias  >  Alunos portugueses pela primeira vez acima da média

Alunos portugueses pela primeira vez acima da média

Pela primeira vez, os alunos portugueses conseguiram resultados “significativamente superiores” à média da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) nos testes PISA em Ciências e Leitura, de acordo com o Instituto de Avaliação Educativa (IAVE). Os dados, divulgados pela agência Lusa, indicam que Portugal destacou-se mais na literacia científica – o principal domínio avaliado nesta edição –, obtendo uma classificação de 501 pontos, numa escala de zero a mil.

Segundo a OCDE, na maioria dos países com dados comparáveis, o desempenho a Ciências não sofreu alterações significativas desde 2006, apesar dos avanços científicos e tecnológicos. “No entanto, o desempenho em Ciência melhorou entre 2006 e 2015 na Colômbia, Israel, Macau (China), Portugal, Qatar e Roménia”, refere o relatório, acrescentando que “entre os países da OCDE, Portugal tem melhorado mais de sete pontos a cada três anos, em média”.

Para o IAVE, Portugal tem registado “uma tendência de melhoria significativa dos resultados nos três domínios analisados”, desde o primeiro ciclo do PISA, em 2000. E além dos 501 pontos em literacia científica, os alunos portugueses conseguiram atingir 498 pontos em literacia de leitura e ficaram-se pelos 492 pontos em literacia matemática.

O PISA (sigla inglesa para Programa Internacional de Avaliação de Alunos) dirige-se aos alunos de 15 anos, entre o 7º e o 12º anos. Os resultados permitem avaliar o nível de preparação dos jovens para entrar na vida ativa ou prosseguir estudos superiores, à medida que estes se aproximam do fim da escolaridade obrigatória, conforme referiu o Ministério da Educação na nota de apresentação dos resultados de 2015.


  
Ficha do Artigo

 
Imprimir Abrir como PDF

Partilhar nas redes sociais:

|


Publicidade


Voltar ao Topo